Situação do IPSEMG em Uberlândia é tema de Audiência Pública na ALMG

23 Jun 14:36 2017 Por SINDASP Imprimir

O Diretor do SINDASP-MG Luiz Carlos dos Reis participou, na última quarta-feira (21.06), da audiência pública promovida pela Comissão Permanente de Administração Pública da ALMG com a finalidade de debater a situação do Ipsemg em Uberlândia, tendo em vista a falta de hospital credenciado para atendimento no município.

Durante a audiência, foi apresentada a atual situação orçamentária do IPSEMG. Com um déficit de milhões, o Instituto se vê em um cenário caótico e sem condições para atender o estado. A situação se agrava ainda mais na região do Triângulo Mineiro, onde não há nenhum hospital conveniado deixando os servidores sem nenhum atendimento de urgência e emergência há cerca de dois anos.

Os representantes dos servidores levantaram a gravidade da situação e apontaram o Governo como principal responsável pela depreciação do IPSEMG, que há anos está abandonado pela gestão.

Durante a sessão, o Diretor-presidente do hospital, Placidino Stábile de Oliveira, anunciou que o Hospital Santa Catarina de Uberlândia (Triângulo Mineiro) retomará suas atividades. Segundo o Diretor-presidente, a situação do hospital é precária desde 2008 e, após análise das pendências jurídicas, técnicas e financeiras, foi encaminhado à Justiça pedido de recuperação judicial, concedido pela 9ª vara cível da cidade no último dia 14.

Além da retomada do Hospital, seria necessário ampliar ainda mais o atendimento pela demanda da Região. O promotor de Justiça da 3ª Promotoria de Justiça da Comarca de Uberlândia, Fernando Rodrigues Martins, pediu também a construção de um hospital do Ipsemg na cidade e disse que o sistema da previdência e da saúde deveriam ter sido separados, pois são muito complexos para serem sustentados juntos.

Por fim, foi aprovado requerimento da comissão para visita de representantes da ALMG, Ministério Público, Ipsemg e sindicatos de servidores aos hospitais locais e a realização de uma nova audiência pública em Uberlândia. O objetivo é tentar um acordo com esses últimos no sentido de adequar os valores às necessidades desses estabelecimentos.

Foto: Divulgação ALMG - Willian Dias

 

Notícias relacionadas