SINDASP-MG vai à Brasilia reforçar a pressão pela votação da PEC 14 em segundo turno

11 Out 09:24 2017 Por SINDASP Imprimir

O SINDASP-MG, junto à Fenaspen, passou o dia de hoje (10.10) articulando e buscando apoio para que a PEC 14/2016 fosse votada em segundo turno na sessão plenária deliberativa.

Apesar de ter sido a primeira pauta na ordem do dia, a matéria infelizmente não pôde ir à votação por falta de quórum.

A Fenaspen segue mobilizada e pressionando os parlamentares para que a matéria passe pelo segundo turno no Senado e siga para a Câmara o mais breve possível.

Veja a nota do presidente da Fenaspen:

COMUNICADO DA FENASPEN

COMPANHEIROS,

LAMENTAVELMENTE INFORMAMOS QUE NO DIA DE HOJE ( 10 DE OUTUBRO DE 2017) SÓ TINHA NO SENADO APENAS 56 (CINQUENTA E SEIS) SENADORES QUE REGISTRARAM PRESENÇA NO SENADO. PORÉM, NO PLENÁRIO PARA VOTAÇÃO SÓ TINHAM APENAS 38 (TRINTA E OITO) SENADORES .

A FENASPEN JUNTO COM O SENADOR CÁSSIO CUNHA LIMA NÃO PODERIA COLOCAR EM RISCO O TRABALHO DE LUTA ÁRDUA.

CASO COLOCASSE PARA VOTAR A PEC NO DIA DE HOJE, FATALMENTE IRÍAMOS ARQUIVAR A NOSSA PEC 14/2016.

O SENADO É FORMADO POR 81 (OITENTA E UM) SENADORES. O PROJETO DE EMENDA CONSTITUCIONAL (PEC) PRECISA DE NO MÍNIMO 49 (QUARENTA E NOVE) VOTOS FAVORÁVEIS.

INFORMAMOS QUE O AUTOR DA PEC N° 14/2016, O SENADOR CÁSSIO CUNHA LIMA USOU SUA EXPERIÊNCIA DE NÃO COLOCAR EM VOTAÇÃO PARA NÃO PERDEMOS POR FALTA DE VOTOS SUFICIENTES.

O SENADOR CÁSSIO CUNHA LIMA COMPROMETEU-SE PUBLICAMENTE DE COLOCAR EM VOTAÇÃO NA PRÓXIMA SEMANA.

SENDO ASSIM, O DIA PROVÁVEL DEVERÁ SER NA PRÓXIMA QUARTA-FEIRA (18 DE OUTUBRO DE 2017). TENDO EM VISTA, QUE NESTA DATA DEVERÁ TER O QUÓRUM SUFICIENTE E O SENADO JÁ TER VOTADO O CASO DO SENADOR AÉCIO NEVES.

A CATEGORIA DEVE LEMBRAR QUE A JORNADA É LONGA E TRAVAMOS VÁRIAS BATALHAS. PORÉM, TEMOS A CONVICÇÃO QUE VENCEREMOS A GUERRA COM A UNIÃO DA CATEGORIA.

ATENCIOSAMENTE,

FERNANDO ANUNCIAÇÃO

PRESIDENTE DA FENASPEN

Notícias relacionadas