SINDASP-MG toma as devidas providências no caso Ceresp Juiz de Fora

31 Jul 12:16 2018 Por SINDASP Imprimir

O SINDASP-MG vem, por meio desta nota, se manifestar em relação ao caso de assédio moral e perseguição ocorrido no Ceresp Juiz de Fora. Assim que tomou ciência do caso de um Agente Penitenciário que foi removido de forma arbitrária para a unidade de Ponte Nova por denunciar supostas irregularidades dentro do Ceresp JF, o Sindicato acionou o Ministério Público e Controladoria e já está tomando as medidas judiciais cabíveis para que a situação seja revertida e sejam tomadas as devidas providências em relação aos fatos.

O SINDASP-MG irá acompanhar o caso e tomar todas as medidas para resguardar os demais Agentes que fizeram as denúncias e também possam ser alvos de assédio. O Sindicato tem travado uma luta incansável pelo fim do assédio moral nas unidades e irá trabalhar e cobrar as autoridades competentes para que todas as denúncias sejam investigadas e, caso comprovadas, os envolvidos sejam punidos.

Notícias relacionadas