SINDASP-MG participa de manifestação contra o parcelamento do salário e a indefinição do 13º

13 Dez 18:15 2018 Por SINDASP Imprimir

O SINDASP-MG, na figura do Vice-presidente Wanderson e do Diretor Daniel, participou da manifestação dos servidores da Segurança Pública contra o parcelamento dos salários e da falta de previsão de pagamento do 13° realizada nesta quinta-feira (13.12), na Praça da Liberdade.

Cansados da negligência do Governo para com o funcionalismo público, os servidores e seus representantes, revoltados, pediam respeito aos seus direitos e mandaram recado para o Governador eleito Romeu Zema de que não irão aceitar os retrocessos que já são apontados pela nova gestão.

Os representantes do SINDASP-MG deixaram bem claro a dimensão do caos em que se encontra o Sistema Prisional e da responsabilidade da próxima gestão ao assumir um Sistema superlotado e com um deficit altíssimo de profissionais. "Nossa categoria carrega um barril de pólvora nas mãos e graças à dedicação e comprometimento desses profissionais que os criminosos não estão nas ruas", afirmou o vice-presidente.

Outra questão lembrada pelas entidades presentes foi a falta de comparecimento dos servidores das manifestações. Grande parte das lideranças criticaram aqueles que se manifestam e fazem reclamações apenas através das redes sociais e não comparecem nas ruas quando convocados. Eles lembram que é necessário se unir e mostrar a força de cada categoria para que os protestos gerem resultados.

Após o ato na Praça da Liberdade, os servidores seguiram em carreata para a Praça Sete, onde fecharam o cruzamento e queimaram caixões representando o sepultamento desta gestão.

Além dos Agentes Penitenciários e Socioeducativo e das Polícias Militar e Civil, também participaram da manifestação servidores e representantes do IPSEMG e da Rede Minas. As categorias seguem mobilizadas para a próxima manifestação que ocorrerá amanhã (14.12), às 14h, na Cidade Administrativa.

Notícias relacionadas