SINDASP-MG participa de ato pela derrubada do veto nº 23/2020

17 Jun 17:06 2020 Por SINDASP Imprimir

O SINDASP-MG participou, na manhã de hoje (17.06), da mobilização dos servidores da Segurança Pública pela derrubada do Veto nº 23/2020 que trata do pagamento da recomposição salarial dos servidores da Segurança Pública para 2021 e 2022. Policiais Penais, Policiais Civis, Policiais Militares e Bombeiros Militares e suas entidades representativas de classe se concentraram nos arredores da ALMG com faixas e cartazes pedindo apoio aos deputados na votação.

Infelizmente, em uma disputa apertada (33 votos pela manutenção do veto contra 35 votos pela retirada do veto), os deputados mantiveram o veto do governador, que barra recomposição salarial dos servidores da Segurança Pública.

Com o veto, fica garantido o pagamento apenas da primeira parcela da recomposição salarial negociada entre os representantes de classe e o executivo, ou seja, apenas os 13% em julho deste ano. Já as demais parcelas acordadas, que seriam pagas em 2021 e 2022, seguem vetadas pelo executivo.

Ainda que a votação tenha tido um resultado negativo, os representantes da Segurança Pública seguirão mobilizados na luta pela garantia das demais parcelas da recomposição das perdas inflacionárias dos servidores.

Regulamentação da Polícia Penal no Estado

Na ocasião, os representantes do SINDASP-MG se reuniram com os Policiais Penais para tratar a respeito da proposta do Secretário da SEJUSP, Gen. Mário Lúcio Araújo, de subordinar a Polícia Penal à Secretaria. Porém, os representantes dos Policiais Penais deixaram claro que não aceitarão tal subordinação e que só aceitarão a instituição de uma Polícia Penal autônoma e independente.

Notícias relacionadas