SINDASP-MG participa de Assembleia Geral da Segurança Pública

9 Nov 12:09 2016 Por SINDASP Imprimir

SINDASP-MG participou, na tarde de hoje (08.11), da Assembleia Geral da Segurança Pública convocada após Audiência da Comissão de Segurança Pública para reivindicar o pagamento integral dos salários dos servidores públicos estaduais no 5º dia útil e a garantia 13º.  Centenas de servidores se reuniram na Praça da Assembleia para chamar atenção dos parlamentares, da imprensa e, consequentemente, do Governo, e reivindicarem seus direitos salariais.

Diversas entidades representativas de classe juntaram-se ao Deputado Estadual, Sargento Rodrigues, e ao Deputado Federal, Tenente Gonzaga, para reivindicar respeito ao servidor público.

O SINDASP-MG esteve representado pelo Presidente Adeilton Rocha e pelos Diretores Anita Tocafundo, Daniel Anunciação e Wanderson Costa. Adeilton chamou todos os servidores para a luta, pediu que todos estejam firmes nos seus objetivos e se unam para exigir um Governo melhor: “Está na hora de nos unirmos, de levantarmos as bandeiras de nossas classes e entender que o Governo do Estado de Minas Gerais está destruindo o Serviço Público do Estado”, enfatizou.

O Presidente também destacou a situação deplorável em que se encontra o Sistema Prisional, que nos últimos dias enfrentou mais de 15 rebeliões: “o governo está sucateando o Sistema Prisional, assim como a Saúde, a Educação...”.

Além das forças de Segurança Pública (Polícia Civil, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Agentes Penitenciários e Socioeducativos), outras categorias também participaram do movimento como servidores da Fhemig, Ipsemg, Asthemg, Faop, dentre outras. Cada entidade representativa falou em nome de sua categoria sem perder o foco nas reivindicações coletivas: reajustes, salários em dia e garantia de 13º.

Por fim, não foram definidos novos movimentos ou audiências. Mesmo sem deliberações coletivas vindas desta mobilização, o SINDASP-MG segue mobilizado com as reivindicações dos servidores do Sistema Prisional, em Assembleias e Audiências Públicas, tentando reaver seus direitos, inclusive recorrendo ao judiciário.

Assembleia Geral da Segurança Pública

Notícias relacionadas