Segurança Pública busca união de todas as categorias para nova manifestação contra pacote de maldades do Governo

1 Jul 15:38 2020 Por SINDASP Imprimir

Nesta quarta-feira, dia 01 de julho, parlamentares e entidades de classe representantes da Segurança Pública se reuniram para traçar estratégias de mobilização contra a Reforma da Previdência proposta pelo Governador Romeu Zema por meio da PEC 55/2020 e PLC 46/2020.

Todos as lideranças convergiram no sentido da união e convocação maciça de todas as categorias e sindicatos do executivo que estão sendo afetadas diretamente pelo desmonte a política remuneratória dos servidores. Para isso, entidades de classe de diversas categorias serão convidadas a participar do movimento que será alinhado na próxima sexta-feira (03.07).

Após avaliações e debates sobre as ações, ficou deliberada a realização de uma grande mobilização conjunta na próxima quarta-feira (08.07), às 8h, na ALMG.

O SINDASP-MG, representado pelo Presidente Cláudio Costa e Vice-presidente Jean Otoni, comunicou que, paralelamente aos atos conjuntos, convocará os Policiais Penais para a implantação da Operação Legalidade nas Unidades Prisionais como forma de pressionar o executivo.

É de extrema importância o adesão maciça dos servidores a estes movimentos para aumentar a pressão sobre os parlamentares para interromper a tramitação dos projetos na casa.

Compareceram na reunião os deputados Sargento Rodrigues, Subtenente Gonzaga e representante do deputado Léo Motta e as entidades de classe SINDASP-MG, CSCS PM/CBM-MG, ASPRA, ASCOBOM, SINDPOL, SIAPOL/PC, SINDPCRI, SINDEP, AESPOL/COBRAPOL, AEMG, ADEPOL-MG, SINDSISEMG e AMML.

Notícias relacionadas