Peregrinação do Movimento Sindical ganha apoio de Senadores na luta contra a Reforma da Previdência

10 Mai 17:50 2017 Por SINDASP Imprimir

Ontem (09.05), representantes de todas as Centrais Sindicais estiveram no Senado para buscar apoio de diversos parlamentares na votação contra a Reforma da Previdência. Os líderes sindicais angariaram apoio de senadores como Renan Calheiros, Ricardo Ferraço (Relator da Reforma Trabalhista no Senado), Paulo Pereira da Silva, Magno Malta entre outros.

Alguns Senadores foram categóricos ao dizer que o maior erro cometido pela Câmara foi o de não ouvir as entidades de classe, a sociedade e de não abrir esta discussão com outros segmentos como confederações, OAB, Magistratura.

O senador Magno Malta se posicionou em relação à retirada dos Agentes Penitenciário do rol dos servidores com direito à Aposentadoria Especial: "a inclusão dos Agentes Penitenciários no regime geral da Reforma da Previdência foi um erro". O parlamentar lembrou ainda dos ocorridos do início deste ano nos Presídios do país e disse que o Senado é contrário a vários pontos desta Reforma que serão revistos naquela casa.

O Deputado Paulinho da Força disse que a proposição ainda irá para o plenário da Câmara dos Deputados e que será necessária uma forte articulação com os mesmos para “virar o jogo”. Porém, o parlamentar acredita que mesmo após a votação de ontem a situação ainda pode ser revertida: “é prematuro falar em derrota”, afirma.

A comitiva de Minas Gerias foi composta pelos sindicalistas Rogério Fernandes (Saúde), Elienai (Químicos), Gerssao (Rodoviários) e Daniel Anunciação (Agentes Penitenciários/Servidores Públicos). 

 

Notícias relacionadas