Nota sobre fala do Secretário na Radio Itatiaia em relação à carreira do Agente Penitenciário

12 Set 17:53 2019 Por SINDASP Imprimir

Em relação às declarações dadas pelo Secretário da SEJUSP, General Mario Lúcio, em entrevista à Rádio Itatiaia, o SINDASP-MG vem, por meio desta nota, deixar claro que NÃO compactua com o modelo de carreira proposto pelo mesmo. O Sindicato não foi chamado, em nenhum momento, pelo secretário para que esta proposta seja discutida e construída em conjunto com a categoria.

Em sua participação no Programa Itatiaia Patrulha, o General fala a todo o momento sobre as políticas de encarceramento, sobre os tratamentos para com os presos, discurso sempre focado nos detentos, porém, nos pouquíssimos momentos em que os Agentes Penitenciários são lembrados, o Secretário deixa a entender que o plano de carreira que será proposto pela Secretaria é o modelo pirâmide, no qual ao longo dos níveis de progressão o número de vagas é reduzido, ou seja, o Agente só progride mediante liberação de vaga no nível seguinte.

Este que o Secretário chama de modelo de hierarquia e disciplina, na verdade trata-se de um modelo retrógrado, um modelo de privilégios, no qual o Agente Penitenciário levará anos para evoluir na carreira. Um modelo totalmente desincentivador para os servidores, antagônico ao discurso de valorização dito pelo próprio Secretário.

O SINDASP-MG ressalta que irá OBSTRUIR qualquer tentativa de tramitação de um projeto que não atenda aos interesses da classe, seja no Executivo e/ou no Legislativo. O Sindicato, juntamente com sua base, não irá aceitar nenhuma ação arbitrária e impositiva, principalmente no que se trata de algo de tamanha importância como a carreira do Agente Penitenciário.

Notícias relacionadas