A LEI ORGÂNICA É SÓ A PONTA DO ICEBERG

2 Ago 15:19 2017 Por SINDASP Imprimir

A tão repisada isonomia com as demais forças de segurança do estado não existe, é um factóide criado pelo governo, basta observar que as demandas da PC e PMMG estão sendo prontamente atendidas.

Observem o tratamento diferenciado dispensado as outras categorias, e perceberão que o Sistema Prisional está entregue as moscas, aliás quando éramos Subsecretaria, neste governo, ficamos 10 meses sem subsecretário.

Então vejamos as desigualdades:

1. O Secretário de Planejamento Helvécio Magalhães trata da pauta da PMMG, PCMG e BMMG e Educação pessoalmente, e o Sistema Prisional não consegue agenda com mesmo, vários ofícios encaminhados pelo Sindicato sem resposta. Aliás nem na greve o Secretario recebeu as entidades;

2. A Saúde conseguiu o auxilio alimentação, o nosso foi cortado pelo governo alegando que as UP’s fornecem alimentação, já nas unidades hospitalares também fornece alimentação aos plantonistas e nem por isso foi cortado;

3. ALMG, MPMG e TJMG tiveram reajustes salariais, o Sistema Prisional nada.

4. PMMG, PCMG e BMMG receberam os atrasados (qüinqüênio, férias prêmio, promoção e progressão), Sistema Prisional não fez nem impacto financeiro, só existe um funcionário para fazer e não há previsão de pagamento;

5. PMMG, PCMG e BMMG vão receber em duas parcelas, o Sistema Prisional continuará recebendo em três;

6. Polícia Militar recebeu desse governo 2350 viaturas, enquanto Sistema Prisional recebeu 23 carros celas do Ministério da Justiça, ou seja, não foi contemplada pelo governo;

7. A Lei Orgânica não confere com a proposta inicial, e todos os benefícios foram cortados pela SEAP. Várias carreiras foram reformuladas neste governo, o Sistema Prisional ficou de fora;

8. Major da PM (ativa) manda no Sistema Prisional. O Sistema Prisional está sendo comandado pela PMMG; enquanto as outras forças de segurança são autônomas;

9. A maioria dos Estados regulamentaram a compra de Armamento Restrito, o Chefe de Gabinete PM não concorda e engaveta a Minuta de Resolução;

10. Os recursos para o Sistema Prisional foram cortados ao extremo, já para outras forças houve critérios e atenção; e

11. Nenhum item da Pauta de Greve de 2016 foi cumprido conforme acertado em mesa de negociação.

Carga horária desumana e Sistema Prisional sem condições de trabalho e o Governo nos trata de forma desrespeitosa.

BASTA! Queremos tratamento isonômico por direito. Pois o maior fardo da Segurança Pública somos nós que carregamos.

Fica o Alerta Governador!

Wanderson Costa
Vice presidente SINDASP/MG

Notícias relacionadas